logotipo tvi24

ALMA, o maior telescópio do mundo tem dedo português

É inaugurado no deserto do Atacama, com a presença de Nuno Crato

Por: Redacção / FC    |   2013-03-13 12:17

O maior radiotelescópio do mundo, um projeto de cooperação científica internacional, é inaugurado esta quarta-feira no Chile, com Portugal representado pelo ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato.

O ministro português desloca-se ao Chile a convite do Observatório Europeu do Sul (ESO), do qual Portugal é membro desde 2000, para participar na inauguração do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA), situado no deserto de Atacama, no Norte do Chile.

O ALMA - inaugurado após uma década de gestação - é um radiotelescópio de grandes proporções, que pretende compreender os segredos da origem do universo.

Situado a mais de cinco mil metros de altitude, é constituído por uma rede de 66 antenas, cada uma pesando mais de 100 toneladas, e permitirá observar comprimentos de onda milimétricos e submilimétricos, invisíveis a olho nu.
As antenas funcionam em conjunto, transformando-se num radiotelescópio gigante, com 16 quilómetros de diâmetro, com as imagens captadas tratadas por um supercomputador.

A primeira antena foi instalada em 2009, no planalto de Chajnantor, perto da aldeia de São Pedro de Atacama, local escolhido pela altitude, amplitude, extrema ausência de humidade no ar e proximidade da linha do Equador, o que oferece um ângulo privilegiado para observar uma grande parte do universo.

«O ALMA representa uma verdadeira revolução. Poderemos fazer observações com uma resolução e uma sensibilidade bem melhores do que hoje e isso vai transformar completamente a nossa visão de uma parte do universo», destacou Massimo Tarengui, que integra o projeto, em declarações à agência AFP.

O ALMA é também o primeiro projeto de Astronomia verdadeiramente mundial, com um orçamento na ordem dos mil milhões de euros, repartidos entre Europa (através do ESO), Estados Unidos e Japão.

José Afonso, Diretor do Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL), fala sobre o ALMA, o que este novo e revolucionário super-telescópio representa para o conhecimento, e a capacidade do CAAUL, que participou na definição e planificação do ALMA, para aproveitar esta nova janela sobre o Cosmos.

Partilhar
FOTOGALERIA:
Telescópio ALMA

Telescópio ALMA EM CIMA: Telescópio ALMA

A explicação para a forma da Lua
Satélite natural da Terra não é totalmente esférico
NXT: Como tornar-se invisível aos mosquitos
Quando andam à procura de uma refeição, os mosquitos começam por ser atraídos para os humanos por causa do dióxido de carbono presente na nossa respiração
NXT: NASA revela seis décadas de aquecimento global
Os cientistas dizem que a tendência geral é para que 2014 continue a ser um ano com temperaturas acima da média
EM MANCHETE
BES com prejuízos históricos
Contas negativas em quase 3,6 mil milhões de euros e banco irá necessitar de aumento de capital
BdP aponta para atos de gestão graves da equipa de Salgado
DCIAP faz buscas na sede da Rioforte